22 de setembro de 2015

Como ir bem no Enem? Saiba tudo sobre as provas


Faltam pouco menos de um mês para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, e sempre me perguntam qual é a fórmula para obter uma boa nota nas provas e assim ingressar em uma Universidade pública ou privada. Bom, primeiro: não existe fórmula concreta, a não ser dedicação, estudar muito e força de vontade. Juntando esses três ''ingredientes'' mais a confiança e convicção de que você consegue, você acaba chegando lá!

O primeiro de tudo é saber qual o curso que queres cursar. Medicina? Jornalismo? Direito? Arquitetura? Engenharia? Sabendo o que queres, pode ter uma base em quanto tirar no Enem para conseguir ingressar na Universidade da sua escolha. Geralmente os cursos mais concorridos, como Medicina, Direito, Jornalismo e engenharias são os que mais pesam nos processos de seleção de ingresso em universidades, como o ProUni e SISU. Estes cursos costumam ficar na nota de corte entre 600 a 800 e por isso é importante estudar e se dedicar ao máximo! Isso não significa que quando abrir as inscrições para estes processos (ProUni e Sisu) a nota já estará nesse valor, às vezes costuma ficar um pouco abaixo de 600, pois a cada dia as notas vão mudando até o último dia de inscrições, que costuma ser de uma semana, mas é importante saber que é nessa faixa que costuma ficar. Beleza? =)

As provas do Enem  são divididas em quatro áreas de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (incluindo redação); Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias. 

O exame é realizado em dois dias de um final de semana. No sábado, os alunos respondem a 90 questões e são avaliados nas provas de Ciências Humanas que abrange História, Geografia, Filosofia e Sociologia, e em Ciências da Natureza, com questões de Física, Química e Biologia.

No domingo, as provas são de Matemática, com 45 questões, assim como, Linguagens e Códigos que contemplam Língua portuguesa e Literatura Brasileira, Língua estrangeira, o aluno opta por Inglês ou Espanhol, Artes e Educação Física. O aluno ainda deve produzir um texto.

O método de avaliação tem um caráter probabilístico e por isso tem um número elevado de questões que devem ser feitas em 4h30minutos, o que significa que o exame deve ser realizado com uma velocidade de 3 minutos por questão, o que para a grande maioria dos alunos é muito difícil de ser executado.  A redação também tem tempo previsto de uma hora, apertado também para a grande parte dos alunos.

Durante meu período de preparação, optei por estudar aquilo que tinha mais dificuldade, ou seja, dei ênfase para as matérias que eu tinha mais dificuldade. O bom do Enem é que ele exige do aluno raciocínio lógico, sendo que a maioria das questões é de cunho atual. Então, é importante estar atualizado nas principais notícias dos últimos anos, acontecimentos históricos e etc, até mesmo para que você possa escrever uma boa redação. 

Para realizar as provas, o aluno deverá apresentar documento de identificação (RG), levar uma caneta de cor preto transparente, uma garrafa de água (se quiser) sem o rótulo, e caso for levar o celular, os monitores pedirão para que o desligue, tire a bateria e coloque dentro de um saco plástico que eles mesmo irão disponibilizar aos candidatos. O saquinho plástico com o celular deverá ficar abaixo da classe, caso tiver uma superfície. Se não, deverá ficar no chão, ao lado esquerdo. É importante destacar também a questão do horário, ou seja, chegar sempre meia hora antes da abertura dos portões, para que não haja um atraso, até mesmo pela questão do trânsito. 

Então, não esqueça: revise os conteúdos que você ainda tem dificuldade, faça exercícios, refaça provas do Enem de edições anteriores e leia muito, pois o conhecimento vem através da leitura qualificada. 

Boa sorte e espero que você atinja seus objetivos!

Se tiver alguma pergunta sobre as provas, pode deixar nos comentários abaixo ou enviar via Facebook. :)

Nenhum comentário :

Postar um comentário