17 de maio de 2016

Falando sobre faculdade: por que escolhi cursar jornalismo?



Hey, pessoal!

Tudo bem com vocês?

Hoje estou aqui para falar sobre Carreira. Estamos no mês de inscrições do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e muitas pessoas concluem, neste ano, o ensino médio. Neste período, começam as preocupações com vestibular e faculdade. Eu já passei por isso, sei o como é difícil, muitas vezes, para o jovem decidir qual curso fazer na faculdade. Mas calma aí... Eu te conto em detalhes como eu escolhi o meu curso de faculdade!

Quando ingressei no ensino médio, já me preocupava com a faculdade. Três anos passam muito rápido e durante este período eu pude, com calma, pesquisar as profissões que mais se encaixavam com meu perfil. Pensei em vários cursos de graduação (faculdade), como Letras, Arquitetura, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Analisei cada um deles e, claro, foi o Jornalismo que se encaixou com as minhas habilidades. 

Sempre que me perguntam o por quê escolhi fazer jornalismo, eu respondo: - "gosto de compartilhar ideias, viver novas experiências; através da escrita, encontro uma maneira de transformar as pessoas; o contato com o público e a rotina diferenciada da profissão me fizeram escolher Jornalismo".

Em busca de informações sobre a profissão, entrei em contato com o Sérgio Zambiasi, colunista e radialista da Rádio Farroupilha (ele não é jornalista, mas me explicou com sensibilidade ímpar sobre a profissão), o qual enviei um e-mail, questionando sobre a profissão. Com o retorno da mensagem, comentando sobre os desafios da carreira jornalística, fiquei ainda mais motivado e encantado pela profissão.

Após isso, falei com outros profissionais da comunicação, fiz pesquisas, testes vocacionais e participei de eventos que falassem sobre carreira. Tudo isso durante os 3 anos de ensino médio.

Com todas as informações, testes e conversas com várias pessoas sobre faculdade, eu escolhi fazer jornalismo. Minha dica para quem está nessa fase de escolha é fazer uma autoavaliação do que você realmente gosta de fazer no dia a dia. Não escolha sua profissão pelo alto salário, mas por amor naquilo que você fará com prazer!

Como toda profissão, é necessário ter dom. É necessário ter afinidade. Ter prazer!  

Dicas para quem está escolhendo o curso de graduação

- Escolha sua futura profissão por amor àquilo que gosta de fazer;
- Quais as suas habilidades? Tente articular sua característica pessoal, suas qualidades e habilidades com os cursos de graduação que você mais tem afinidade;
- Faça uma relação da área que você mais tem facilidade (humanas ou exatas), e a partir daí veja as profissões que se encaixam com essas áreas.
- Corra atrás! Busque informações de profissionais que já estão inseridos no mercado, faça testes vocacionais, participe de eventos de profissões, envie e-mails, acompanhe a rotina de um profissional, converse com um amigo que já está na faculdade. Isso ajuda bastante!

Espero ter ajudado!
Um abraço,
Matheus.

Dúvidas? Ajudas? Deixei seu comentário abaixo ou mande um e-mail para matheusmirandadefreitas@gmail.com

Gostou do post? Curta nossa página no Facebook! =)




Nenhum comentário :

Postar um comentário